A EAD na UEMA: desafios e processos inovadores para uma educação mediada por tecnologias

*Por Elisa Flora Muniz Araujo e Ilka Márcia Serra

Este artigo constitui-se de um relato da trajetória acerca da experiência da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), no percurso de 22 anos, desenvolvendo cursos mediados por tecnologias, ou na modalidade EAD.

O artigo apresenta desafios e conquistas da instituição durante essa trajetória, especialmente, do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMAnet), no que tange à formação de professores.

Por meio dessa instituição, é possível o acesso e a permanência em cursos de graduação e pós-graduação. Além de cursos profissionalizantes em nível técnico, a partir da utilização das ferramentas tecnológicas gratuitas, na perspectiva de ensinar e aprender no contexto da linguagem do mundo digital.

A pesquisa documental, de abordagem qualitativa, na qual as pesquisadoras buscaram resgatar a história da EAD na UEMA por meio dos registros existentes pode ser acessado neste link.

A relevância do trabalho está em contribuir com a educação na sociedade maranhense, sinalizando aos professores um novo cenário pedagógico, com a inserção de recursos inovadores, em diferentes modalidades de ensino e áreas de atuação.

Insere-se, assim, nas formações, a intencionalidade pedagógica, de modo que a tecnologia passe a permear a prática do professor e seja assimilada como mediadora das novas relações de aprendizagem.

Para ler o artigo completo clique aqui.

Sobre as autoras

Eliza Flora Muniz Araujo é mestra em Ciências da Educação pela Universidade da Madeira – Funchal, Portugal, especialista em Metodologia do ensino superior pela Universidade Federal do Maranhão. Atua assessora do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANET) e como articuladora institucional do Plano de Ações Articuladas da Universidade Estadual do Maranhão. eliza.araujo@uemanet.uema.br.

Ilka Márcia Serra possui graduação em Agronomia pela Universidade Estadual do Maranhão, mestrado em Fitossanidade e doutorado em Fitopatologia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco. Professora Adjunto de microbiologia do Departamento de Química e Biologia da UEMA. ilka.serra@uema.br.

 

Facebook Comments